Federação do Chile faz pedido que esfria negociação com Rueda, diz jornal

O destino do técnico Reinaldo Rueda, do Flamengo, segue uma incógnita. Segundo o jornal chileno La Tercera, as negociações entre o treinador e a Federação de Futebol do Chile (ANFP) deram uma esfriada. O motivo? Os cartolas de La Roja querem que o próprio comandante pague a multa rescisória do Rubro-Negro, que a partir de hoje (1º de janeiro), está na casa de R$ 1, 3 milhão.

Rueda e Arturo Salah, presidente da associação, tiveram uma reunião e boa parte da imprensa chilena tratava o acordo como uma questão de tempo. Mas de acordo com a publicação do jornal, o técnico não ficou nada satisfeito com a condição.

“Salah e companhia tampouco ofereceram pagar a cláusula de saída que tem o colombiano em seu contrato. Segundo o entorno do ex-treinador de Equador e Honduras, a direção do futebol chileno solicitou que o próprio técnico fizesse cargo desse desembolso. A resposta de Rueda não demorou a chegar. Contam na associação que descartou o oferecimento”, detalhou o La Tercera 

Outro ponto pode pesar para que Rueda fique no Flamengo. Segundo o diário, a oferta inicial feita pela Federação Chilena consegue ser inferior ao que é pago pelo clube carioca: La Roja teria oferecido cerca de 2 milhões de dólares anuais para toda a comissão técnica, enquanto estima-se que no Rubro-Negro, o comandante receba na faixa de 3 milhões de dólares. O técnico teria feito uma contraproposta. É aguardar os próximos capítulos.

 

Fonte:foxsports.com.br

Deixe Sua Opinião - Comente Abaixo :