Flamengo joga por final no Maracanã, onde não perdeu em 2017 e justifica maior torcida do Brasil

O Flamengo tem um importante aliado nesta quinta-feira na partida de ida das semifinais da Copa Sul-Americana, contra o Junior Barranquilla, da Colômbia: o Maracanã. Jogando no estádio em 2017, o time rubro-negro ainda não sabe o que é derrota, e a média de público é superior a 40 mil pessoas.

Por questões financeiras, o clube só tem atuado no palco da final da Copa do Mundo de 2014 em jogos de maior apelo, e a torcida tem correspondido, já que nenhum outro time brasileiro tem média de presença em um mesmo estádio comparável a do Flamengo no Maracanã nesta temporada.

O Corinthians, por exemplo, campeão brasileiro e time que mais levou pessoas ao estádio no ano, tem média de 34.445 torcedores em 32 jogos em sua Arena. Já o São Paulo, vice-líder no ranking geral, 33.352 em 24 partidas no Morumbi; e o Palmeiras, 32.392 em 26 duelos no Allianz Parque.

Em termos de taxa de ocupação, considerando que o Maracanã tem capacidade atualmente de 78.838, o Flamengo tem índice de 52% em 2017, parecido, por exemplo, aos 52% que registra na Ilha do Urubu, onde tem média de público de 10.920 torcedores, em estádio que abriga 20.215 pessoas.




No Maracanã ainda, o Flamengo foi responsável pelo segundo e o quarto maiores públicos do ano no Brasil: 58.399 na final do Campeonato Carioca contra o Fluminense e 56.135 na decisão da Copa do Brasil contra o Cruzeiro – o melhor registro de 2017 é de São Paulo x Corinthians, no Morumbi, 61.142.

Contra o Júnior Barranquilla, nesta quinta, às 21h45 (horário de Brasília) a expectativa é novamente de bom público, com previsão de 40 mil pessoas presentes. Até o início da tarde de quarta, o clube rubro-negro havia informado que 28.800 entradas já haviam sido vendidas antecipadamente.

Dentro de campo, lutando por uma vaga na final da Copa Sul-Americana, o time de Reinaldo Rueda também espera manter o bom retrospecto que sustenta no Maracanã, onde ainda não perdeu.

O primeiro jogo do ano no estádio foi a goleada de 4 a 0 sobre o San Lorenzo na Libertadores, seguido por vitórias sobre Atlético-PR, Botafogo, Universidad Católica-CHI e Fluminense. Vieram, então, empates contra Atlético-GO e Atlético-MG e um novo triunfo sobre o Botafogo.

Vendo a metade vazia do copo, os últimos quatro jogos do Flamengo no Maracanã foram empates, sem vitórias contra Cruzeiro, Fluminense, Vasco e novamente Fluminense – esse último, ao menos, rendeu classificação à semifinal da Copa Sul-Americana desta quinta.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO X JUNIOR-COL

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 23 de novembro de 2017 (Quinta-feira)
Horário: 21h45(de Brasília)
Árbitro: José Argote (Venezuela)
Assistentes: Luis Murillo (Venezuela) e Carlos López (Venezuela)

FLAMENGO: Diego Alves, Pará, Juan, Réver e Miguel Trauco; Willian Arão, Gustavo Cuéllar, Diego, Everton Ribeiro; Lucas Paquetá e Felipe Vizeu. Técnico: Reinaldo Rueda

JUNIOR: Sebastián Viera, David Murillo, Rafael Pérez, Jorge Arias e Germán Gutiérrez Henao; Luis Narváez, Rubén Pico, Víctor Cantillo e Luis Díaz (Henry Mier); Yimmi Chará e Teo Gutiérrez. Técnico: Julio Comesaña

Fonte: espn.uol.com.br

Deixe Sua Opinião - Comente Abaixo :