Rueda vem ao Brasil para comunicar saída ao Flamengo, diz jornal chileno

No Chile, a chegada de Reinaldo Rueda para comandar a seleção local já é dada como certa. Nesta sexta-feira, o jornal “El Mercurio” publica que o treinador comunicará ao Flamengo na próxima segunda que não seguirá no clube. Logo depois, na quinta, ele seria apresentado oficialmente pela federação de futebol local.

De acordo com a publicação, só uma catástrofe evitaria que Rueda se tornasse o substituto de Juan Antonio Pizzi, demitido após o fracasso do Chile nas eliminatórias para a Copa. O colombiano ainda não disse ao Flamengo que está de saída porque pretende fazê-lo pessoalmente, na tentativa de não manchar a sua imagem, informa o “El Mercurio”.

Para fechar o acordo com o treinador, a federação chilena precisou melhorar a proposta financeira. Rueda receberá 3,2 milhões de dólares por ano (cerca de R$ 10,3 milhões), o triplo embolsado pelo seu antecessor e quase o dobro do que ganhava Jorge Sampaoli.

Na quinta-feira, o jornal “La Tercera” publicou outros detalhes do contrato entre Rueda e a seleção. Segundo o veículo, apesar de o compromisso ser válido até 2022, o colombiano teria aceitado a inclusão de uma cláusula que permitiria o rompimento do vínculo após a Copa América de 2019, em caso de campanha frustrante.
Embora esteja confiante de que conseguirá tirar o treinador do Flamengo, o Chile tem um plano B. Trata-se do argentino Eduardo Berizzo, que comandava o Sevilla na atual temporada até ser demitido, em dezembro.

 

Fonte: o globo

Deixe Sua Opinião - Comente Abaixo :